Gengivite – Tudo Que Você Precisa Saber

Mulher sorrindo

A gengivite é, como o próprio nome já indica, a inflamação das gengivas. No entanto, ela pode significar muito mais do que isso. Quando detectada no começo, seu tratamento não apresenta grandes dificuldades, mas caso isso não ocorra, a gengivite tem potencial para se tornar uma grave doença periodontal.

O QUE CAUSA A GENGIVITE?

A higiene bucal negligente é o principal fator de risco, já que essa doença surge da grande concentração de placa nos dentes, algo que ocorre por conta do acúmulo de restos de comida em conjunto com muco e bactérias. Caso essa placa não seja retirada na escovação, ela se fixará com o tempo em nossa boca e se tornará mais grossa. Nesse estágio, ela pode causar cáries e em casos mais complicados, esse material tende a ficar mais duro e a se transformar em tártaro.

Além da falta, a gengivite também pode ser causada pelo excesso de escovação e uso inadequado do fio dental. Outros fatores são: aparelhos dentários mal colocados (ou mal limpos), dentes desalinhados e pontas de obturação ásperas.

Alguns fatores externos à boca também podem ser causadores dessa doença. O desiquilíbrio hormonal, o uso de fármacos que possuem fenitoína em suas composições, pílulas anticoncepcionais e os metais pesados chumbo e bismuto possuem ligações com o desenvolvimento da gengivite. Justamente por conta disso, que ela é mais comum em adolescentes na puberdade, jovens no começo da vida adulta e em gestantes.

QUAIS SÃO OS EFEITOS E SINTOMAS?

O tártaro produz toxinas que em conjunto com as bactérias presentes em nossa boca irritam as gengivas e fazem com que elas inchem e se tornem mais sensíveis. Com a evolução desse quadro, pode surgir a doença periodontal que se caracteriza pela inflamação e infecção das estruturas que sustentam nossos dentes, como as gengivas, os ligamentos e os ossos alveolares (tecidos que cobrem as raízes dentais).

Alguns sintomas visíveis da inflamação das gengivas são: vermelhidão, inchaço, aumento da sensibilidade, presença de pus ao redor dos dentes e sangramento durante a escovação. A gengivite também causa o mau hálito e a retração da gengiva, o que gera um espaço entre ela e os dentes, deixando-os mais frouxos. No entanto, em boa parte dos casos, as gengivas inflamadas só doem quando são tocadas.

PREVENÇÃO E TRATAMENTO

Esse post é a primeira parte de uma matéria sobre a Gengivite e suas implicações na nossa saúde bucal. Continue ligado no nosso blog, pois a segunda parte será publicada na próxima semana.

Share:

Deixe uma resposta