Como você escova seus dentes?

Mulher escovando os dentes

Atualmente, manter a higiene bucal em dia não é mais um desafio. Já existem e estão disponíveis no mercado e nos consultórios odontológicos inúmeros tipos de escovas, cremes, fios dentais e enxaguantes bucais, além de aparelhos, procedimentos de limpeza e branqueamento dos dentes. Tudo isso tem contribuído para que o número de brasileiros com cáries diminua drasticamente. No entanto, essas ferramentas não funcionam quando utilizadas da maneira errada.

Portanto, vamos falar um pouco sobre os cuidados básicos que devemos ter em casa, no dia a dia de nossas vidas. Sem dúvidas, o mais importante deles é escovar os dentes com regularidade e de maneira correta! E é exatamente ai que mora o perigo. Muitos ainda tratam esse momento com pouca importância e o fazem de qualquer maneira. Isso prejudica a saúde bucal e abre as portas para diversas doenças!

Em diversos casos, as pessoas se comportam dessa forma por falta de informação, por não saberem o que fazer para higienizar os dentes e gengivas corretamente. Se você é uma dessas pessoas, fique tranquilo, esse texto te auxiliará a mudar hábitos prejudiciais e, caso você não faça parte desse grupo, as dicas a seguir te ajudarão a compreender se o que vinha fazendo está correto ou se é necessário fazer algumas mudanças nos seus hábitos também.

 

ATENÇÃO PARA NÃO ERRAR

Um de nossos hábitos corriqueiros e necessários é o de escovar os dentes ao menos três vezes ao dia. Essa prática limpa a nossa boca e, com isso, evita cáries, gengivite, tártaro e diversos males. Por isso é preciso muita atenção para não errar na hora de se escolher a ferramenta ideal para realizar tal tarefa: a escova de dente.

Uma boa escova é aquela que proporciona a maior limpeza sem agredir nossa boca. Então, preste atenção em primeiro lugar às cerdas: elas devem ser macias, para não agredir as gengivas ou causar desgaste nos dentes e para conseguirem limpar os dentes com mais eficácia.

Em segundo lugar, preste atenção ao formato da cabeça da escova: esta deve ser arredondada e o seu tamanho não deve ser grande, essas características possibilitam que ela alcance lugares como a parte de trás de nossos dentes, sem dificuldades e sem causar irritação.

Depois de tomadas essas precauções, você pode começar a pensar na beleza da sua escova.

 

ESCOLHA O CREME DENTAL ADEQUADO

O segundo passo para manter uma boa saúde bucal é a escolha do creme dental adequado. Hoje existem cremes para diversas funções: proteção contra cáries, branqueamento dos dentes, diminuição da sensibilidade, contra mau hálito e a lista continua. Dessa forma é aconselhável que você consulte seu dentista antes de se decidir por um modelo ou outro, já que ele terá condições de afirmar qual é indicado para a sua situação.

Lembre-se também que na hora de escovar os dentes, uma maior quantidade de creme dental não produz mais proteção ou limpeza, na verdade ela pode até ser prejudicial. Pois o excesso de creme pode permanecer na boca mesmo após o enxague, algo que é um risco a saúde bucal. Faça uso do bom-senso para não exagerar na quantidade!

 

ESCOVANDO OS DENTES

Escolhidos a escova e o creme, chega a hora de realizar a escovação! Há grande discussão sobre como se deve escovar os dentes, mas existem alguns consensos também. De maneira geral, aconselha-se que para se fazer uma escovação eficiente é bom dividir a boca em quatro áreas: superior esquerda e direita e inferior esquerda e direita.

Não tenha pressa! Cada área deve ser escovada sem força e com movimentos circulares partindo da gengiva para seu lado oposto. Ou seja, na parte inferior os movimentos devem ser de baixo para cima e na parte superior, de cima para baixo. Também não se esquecer de escovar a língua! Isso contribui para manter um hálito fresco e agradável.

 

NÃO ACABOU AINDA

Os cuidados bucais não acabam com o enxague da boca depois de feita a escovação! Na verdade, depois disso se inicia outra parte tão importante quanto. Logo depois de escovar os dentes é mais do que aconselhável o uso de fio dental e de enxaguante. Essa dupla é responsável por limpar aqueles lugares que a escova não alcança, eles removem a restante da placa bacteriana e fornecem maior proteção e frescor para a sua boca!

 

DICA MAXSORRISO 

Nunca se esqueça de troca sua escova regularmente (geralmente essa troca deve ser feita de três em três meses). Isso evita que você use uma escova com cerdas desgastadas, algo prejudicial para a higiene da boca. Também é necessário trocar de escova após passar por um período de gripe, resfriado ou outra doença desse tipo. Isso impede que os germes sejam novamente transmitidos para você pela sua escova.

Share:

Deixe uma resposta